domingo, 7 de dezembro de 2014

Avulsas...

Amigos,

Essas são as 'avulsas' deste domingo...

Conseguem identificá-las???





8 comentários:

Rui Amaral Jr disse...

O #10 seri a Giorgio Scarlatti em Monza 1959 ou Wolfgang Seidel em 1960 e o #16 Guy Ligier pilotando um Cooper?

Por Dentro dos Boxes disse...

Rui,

O #10 é Wolfgang’s Seidel’s em Monza - 1960...

e o #16 é Bob Bondurant, Eagle-Climax T1G, em 1966...

abs...

Felipe Vaamonde disse...

1) 1967 Gp do México ,
Jim Clark - Team Lotus - Lotus 49 - Ford Cosworth DFV 3.0 V8
Pole: 1.47.56 ,
Fastest Lap: 1.48.13 ,
P1: com 1:59:28.70

2) Teste em Fiorano 1973 - Niki Lauda - Ferrari 312B3 - Boxer 12c

3) 1977 Gp da França, Circuito de Dijon-Prenois
Depailler - Elf Team Tyrrell - Tyrrell P34B - Ford-Cosworth DFV 3.0 V8
Qualify: 12º - 1:13,66 - 185,718 km/h
Corrida: abandonou na 21ª volta após um acidente

4) 1966 Gp do México,
Bob Bondurant - Anglo American Racers - Eagle T1G - Weslake V12
Qualify: 18º
Corrida: abandonou na 24ª , combustível.

5) 1960 Gp da Itália, Monza
Wolfgang Seidel - Wolfgang Seidel - Cooper T45 - Climax 1.5 L4
Qualify: 13º - 3:07,0
Corrida: 9º - Total de voltas: 50 , terminou na 44ª

Anônimo disse...

(antes de ler os comentários!)

** FOTO 1 **
A estréia das inovações "Chapmaniana" e "Cosworthiana" (hehehe)...

1967, Zandvoort GP da Holanda.
Jim Clark no cockpit de uma Lotus 49 com o estreante motor Ford Cosworth DFV, um V8 de 3 litros.

Foto belísima!


** FOTO 2 **
Fins de 1973, em outubro...
Niki Lauda (ao fundo, parece que afivelando o capacete) e a Ferrari 312B3.
Foto de testes da Ferrari em Fiorano... Signore Ferrari estava por lá...


** FOTO 3 **
Patrick Depailler pilotando a inconfundível Tyrrell P34, versão 1977.

Na parte frontal do cockpit, há uma "janelona" para que os pilotos pudessem visualizar os diminutos pneus dianteiros.
A tal janela apareceu a partir da 2a etapa (Brasil) da temporada. No entanto, com esse formato e com os retrovisores "cromados", só a partir da 5a etapa (Espanha).
A partir da 6a etapa (Mônaco), o carro de Depailler - apenas o dele - recebeu um "apêndice" aerodinâmico na parte frontal do cockpit que abrigava os retrovisores... exceto na França, 9a etapa: o carro de Depailler estava como no GP da Espanha.
A partir do GP da Alemanha (11a etapa), houve um remodelação total da borda co cockpit, sendo esta rebaixada.

A partir disso, e comparando com outras fotos que tenho aqui (tomada, angulação, iluminação, etc), a foto é do GP da França, em Paul Ricard.


** FOTO 4 **
Anos 60, autódromo 'Ricardo Rodriguez' ('Hermanos Rodriguez' só a partir de 1971), no México.
Além disso, #16 e um motor, claramente, V12.

Com essas informações, surgem duas possibilidades:

a) Bob Bondurant numa Eagle Mk1/102, motor 'Gurney-Weslake 58', um V12 de 3 litros, em 1966.
b) Jo Bonnier numa 'Cooper T81', motor 'Maserati tipo 9/F1', também um V12 de 3 litros, em 1967.

Aqui uma foto da Cooper-Maserati de Bonnier (na Bélgiva) com as cores que ele usou em 1967:
==>> http://1.bp.blogspot.com/_501KYmW5HIc/SuCYMtMcPDI/AAAAAAAAA94/_ghtO8SHXh4/s1600-h/Bonnier+bel+67.jpg

Aqui, a Cooper-Maserati de Bonnier (mesmo carro) no México em 1966:
==>> http://f1-photo.com/Ressources/Gallery/1966/Mexico/Bonnier_1966_Mexico_01_BC.jpg

E aqui, a Eagle de Bob Bondurant no México em 1966:
==>> http://f1-photo.com/Ressources/Gallery/1966/Mexico/Bondurant_1966_Mexico_02_BC.jpg

Logo...


** FOTO 5 **
Dá para perceber que é em Monza.
Uma Cooper T45 (motor Climax FPF de 1,5 litros e 4 cilindros em linha) estacionada no pit lane.
Era um carro de F2, pilotado pelo alemão Wolfgang Seidel
Ano: 1960.

A temporada da Ferrari foi um fracasso, sendo batida (novamente) pela novidade: Cooper e motor central.
Com a intenção de favorecer a maior velocidade em reta das pesadas e obsoletas máquinas vermelhas, os organizadores do GP da Itália decidiram utilizar o circuito completo de Monza: misto + bankings.
Os times de fábrica britânicos boicotaram o GP alegando fragilidade de seus carros para essa configuração do circuito e o inerente perigp das curvas inclinadas.
Com isso, o grid acabou sendo preenchido por carros da F2.
Resultado: a Ferrari ocupou a primeira fila do grid - fila de 3 carros - e todas as posições no pódio além de estabelecer a melhor volta do prova e liderar todas as voltas.

Não adiantou muito. Em resposta ao boicote ao GP italiano, a Ferrari não foi a Riverside, para o último GP do ano.
Terminou a temporada em 3o lugar. atrás da Cooper e Lotus. Seu piloto melhor classificado foi Phil Hill, 5o colocado no campeonato.

Sempre a Ferrari!



um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

identifiquei o jim clark, niki lauda e patrick depailer. os demais nao tenho ideia.

marconni

Anônimo disse...

Na foto 1 Jim Clark com o Lotus 49, acho que em 67.

foto 2 deduzi pelo capacete - Niki Lauda e o Ferrari 312B3 em 73 e ao que parece é um teste.

na foto 3 não tem erro: Patrick Depailler com o Tyrrell P34 em 77 no GP da França.

fotos 4 e 5 não arrico.

JP Martins

Por Dentro dos Boxes disse...

Amigos,

as respostas de Felipe Vaamonde e do Renato Breder estão corretas...

abs...

walter disse...

A foto do Lauda merece um comentário: ele jamais correu com essa Ferrari da foto.
Trata - se do carro de 1973.
A Ferrari em 1974 era bem transformada, embora na Argentina e Brasil tivesse algumas semelhanças, como a tomada de ar.