sábado, 6 de novembro de 2010

GP Brasil (8) Barrichello renova com Williams

Amigos, ainda não é oficial, mas já circula no paddock: Rubens Barrichello renovou contrato com a Williams para a temporada 2011, com opção de prorrogação por mais uma temporada. Dessa forma, o piloto brasileiro poderá chegar ao seu vigésimo ano na Fórmula 1 ano que vem e, quem sabe, aos 40 anos de idade ainda na categoria máxima.


Rubinho está prestigiado na equipe. Todos na Williams, mais do que ninguém, sabem que ele é um excelente acertador e desenvolvedor de carros. E o retorno que o piloto transmite foi, sem dúvida, o dínamo da evolução do modelo FW32 ao longo desta temporada em que a escuderia começou devagar e agora ameaça o 6º lugar da Force India no Mundial de Construtores.

Se a turma de Grove está satisfeitíssima com Rubens, a turma de Brackley, com certeza, morre de saudades dele. Afinal de contas, a Mercedes – que absorveu toda a estrtutura técnica da Brawn GP – não tem hoje um piloto que pode se considerar um especialista em ajustes finos. Nico Rosberg não tem este perfil e muito embora Michael Schumacher tenha os louros de sete títulos mundiais, ele deve algumas de suas vitórias ao acerto que Rubens Barrichello conseguia nos tempos dourados de Ferrari.

Agora resta a dúvida para Frank Williams e Patrick Head: dobrar-se aos R$ 35 milhões de patrocínio que Pastor Maldonado traz a tiracolo ou manter Nico Hülkenberg, sob a expressa condição de que o alemão traga patrocínios - o que o próprio piloto garantiu que não faria para manter-se na Fórmula 1.

Nenhum comentário: