quarta-feira, 22 de setembro de 2010

22 de setembro: dia mundial sem carro



Hoje é o Dia mundial sem carro… há alguns anos esta mobilização vêm chamando atenção no Brasil, (embora não me recorde de ninguém que eu conheça pessoalmente que tenha aderido voluntariamente à causa) vou dizer o que penso a respeito.

O Car Free é um movimento internacional que advoga a revitalização das cidades, buscando garantir um futuro sustentável. Mundialmente o World Car Free Day acontece no dia 22 de Setembro e tenta mostrar que a opção das cidades em favor do automóvel foi equivocada por tratar-se de um meio de transporte altamente poluidor, destruidor do espaço urbano e egoísta.

Bem, ser apaixonado por carro é bacana, gostar de sentir a adrenalina pela velocidade é compreensível, ter como passatempo admirar o design e a tecnologia dos carros é normal, mas gostar de engarrafamento não pode ser coisa de quem tem o mínimo de juízo.

O “dia mundial sem carro” não tem a proposta de acabar com os engarrafamentos e nem é um ato político que busque melhorias no transporte público… na verdade essa é uma das intenções nas entrelinhas, mas não é o foco.

O objetivo é estimular as pessoas a saírem um pouco da sua situação de conforto para vivenciar uma realidade um pouco diferente… mostrar que embora elas já tenham se acostumado com a comodidade de andar pra cima e pra baixo de carro, existem outras alternativas que às vezes são bem mais interessantes e saudáveis.
 
A depender da distância, que tal ir na padaria à pé ao invés de mover sua bugiganga de 1 tonelada para comprar 500g de pão e 1 litro de leite? Ou ir para a faculdade de bicicleta, ou ir para o trabalho de ônibus/metrô… bem, as opções são variadas, basta ter um pouquinho de boa vontade.

Para você que é refém do carro, um dia sem ele certamente se tornará inesquecível. Por fugir do lugar comum, mas também por você poder ter uma nova concepção sobre o que é qualidade de vida. Sua vida vai mudar a partir de hoje, bem, só depende de como você quer encarar as coisas. Assim como você pode ir dormir traumatizado, quem sabe você possa se sentir realizado?

Dentre os principais argumentos que sustentam esta iniciativa estão os malefícios do automóvel à sociedade moderna, tais como a poluição atmosférica, o agravamento do efeito estufa, a poluição sonora, os congestionamentos, doenças respiratórias, o sedentarismo, irritabilidade, a perda de tempo, o consumo de combustíveis fósseis, os acidentes, comprometimento de grande parte da renda das pessoas… dá pra falar por mais uns 3 parágrafos só citando exemplo.

Pessoal, façam uma reflexão sobre o tema acima... e experimentem ficar 1 dia sem o carro.
 
 

3 comentários:

Geraldo Gurgel disse...

Valeu André! Vou tentar ficar sem usar o carro hoje.

Alexandre Magno - Congonhas disse...

Se cada um de nós fizesse a sua parte, o mundo seria melhor.

Anônimo disse...

temos que criar essa consciência e ajudar na preservação do planeta.

Gustavo Canhedo/Lafaiete