quarta-feira, 22 de abril de 2009

Vettel: até debaixo d'agua...

por Rafael Lopes |

RBR comemora a dobradinha no GP da China

O GP da China proporcionou aos fãs de Fórmula 1 um daqueles momentos inesquecíveis. São raras as vezes em que o desempenho individual de um piloto se sobressai de forma tão exacerbada quanto o de Sebastian Vettel, da RBR. O alemão não deu chances aos adversários e venceu com muita facilidade, mesmo debaixo de chuva. A equipe austríaca tem um carro muito bom e conseguirá alçar voos mais altos com o alemão.

Vettel superou com muita facilidade o companheiro Mark Webber. O australiano, conhecido como “leão de treino”, mostrou até velocidade, mas cometeu alguns erros bobos, que poderiam tê-lo tirado da prova. Correr ao lado do jovem alemão, conhecido como “Baby Schumi”, não deve ser das tarefas mais fáceis. Mas confesso que esperava mais de Webber. Pelo menos um pouco mais de regularidade e consistência.

A Brawn GP teve sua corrida atrapalhada pelo acerto para pista seca. Com menos asa, os carros da equipe tinham dificuldades para se manter na pista. No momento em que a chuva diminuiu, já na parte final da prova, Button e Barrichello andaram muito rápido e o brasileiro ainda fez a melhor volta. O time ainda tem o melhor carro. O BGP011 ainda sobra em relação aos rivais. Mas o sinal de alerta precisa estar ligado para evitar surpresas desagradáveis no decorrer da temporada 2009.

O que dizer da Ferrari? Desempenhos pífios nas três primeiras corridas do ano e a quebra de um recorde negativo que já durava quase 29 anos. Felipe Massa vinha em uma excelente corrida de recuperação e seu carro teve problemas eletrônicos quando estava na terceira posição. Kimi Raikkonen, por sua vez, foi muito mal. Além de não ter um bom desempenho, ele foi ultrapassado seis vezes, sendo que quatro por Lewis Hamilton. Algo lamentável para um piloto que foi campeão mundial em 2007 com a Ferrari.

Na semana que vem teremos o GP do Bahrein, em condições completamente diferentes das vistas até agora. Para alegria dos fãs (e de quem trabalha), as corridas voltam para o horário diurno, às 9h da matina. Quanto ao circuito, ele é localizado dentro de um deserto e não deve ter problemas com chuvas. Nos últimos anos, a Ferrari, com Felipe Massa, dominou por lá. Quem será que pegará o bastão da equipe italiana?

Nenhum comentário: