terça-feira, 28 de abril de 2009

15 anos sem Ayrton Senna


Por Rafael Lopes:


A próxima sexta, 1º de maio, será bem mais do que o Dia do Trabalhador para os fãs de Ayrton Senna. Nessa data, em 1994, o tricampeão mundial de Fórmula 1 liderou as últimas sete voltas de sua vida no GP de San Marino, antes do fatídico e fatal acidente na curva Tamburello, em Imola.

O acidente foi um desfecho chocante para aquele que é conhecido como o mais trágico fim de semana da história do automobilismo. Não foi só a vida de Senna que acabou ceifada: o austríaco Roland Ratzenberger morreu no sábado num pavoroso acidente na curva Villeneuve, a mais de 300 km/h. E na sexta-feira, quase que Rubens Barrichello foi junto ao destruir sua Jordan nas telas de proteção.

A morte de Senna mudou o conceito de segurança na Fórmula 1 e desde então a categoria viu batidas até mais fortes que a do brasileiro em termos de impacto, mas ninguém mais perdeu a vida para que novas providências sejam tomadas. Desde então, nenhum outro piloto perdeu a vida na categoria máxima.

Os amigos e jornalistas Rafael Lopes, Leonardo Murgel e Alexander Grünwald iniciaram nesta terça uma série de reportagens no Globoesporte.com sobre a trajetória de Ayrton Senna - desde a infância até a Fórmula 1, passando pelos títulos nos campeonatos de F-Ford 1600 e 2000, Fórmula 3, a estréia na Toleman, as primeiras vitórias pela Lotus, a glória dos três títulos pela McLaren e o triste ano de 94 pela Williams.

O Sportv também não vai ficar de fora: este escriba aqui está finalizando o programa “Ayrton Senna do Brasil: 15 anos de saudade”, que vai ao ar - logicamente - no dia 1º de maio, às 23h30. Com depoimentos de Galvão Bueno, Reginaldo Leme, Lito Cavalcanti, Rubens Barrichello, Felipe Massa, Christian Danner, Patrick Head e também do compositor do Tema da Vitória, maestro Eduardo Souto Neto.

Portanto, fãs de Ayrton Senna, fiquem ligados na grande rede e também na telinha do canal campeão. Os 15 anos sem o tricampeão não foram esquecidos.

Nenhum comentário: