quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Agora vai?

Por: Rodrigo Matar

A história da Toyota na Fórmula 1 é: um carro novo por ano e a mesma promessa - vencer corridas.

Para 2009, os japoneses não agem muito diferente do que tem acontecido neste século em que se aventuraram na categoria máxima, exceto pelo lançamento do modelo TF109, feito sem grande alarde pela internet. Os pilotos que vão guiar pela Toyota são os mesmos do ano passado: o veterano Jarno Trulli, 34 anos de idade, e o alemão Timo Glock, de 26 anos, que saiu do Brasil como um autêntico vilão de filme de suspense após a última volta de Interlagos, quando Lewis Hamilton o ultrapassou para ser campeão mundial.

O TF109 segue a tendência da Ferrari F60: um carro sem penduricalhos, exceto por duas mini-aletas nos sidepods, que são bem visíveis. Chaminés, reentrâncias e outros artifícios foram abolidos em nome de uma aerodinâmica mais limpa. E a exemplo de todos os modelos deste ano, destaca-se o imenso aerofólio dianteiro e a asa traseira estreita.

Timo Glock não vê nenhum problema em andar num carro 100% novo: “Nos últimos cinco anos, pilotei carros bem diferentes e consegui ser competitivo com cada um deles. Não estou muito preocupado ainda com ajustes para 2009″, afirmou o alemão.

Nenhum comentário: