segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Altos e baixos

por Rafael Lopes

Hamilton está sete pontos à frente de Massa

E Lewis Hamilton, com a vitória no GP da China, chega em ótimas condições para o GP do Brasil, que será disputado no dia 2 de novembro em Interlagos. O inglês conseguiu uma vantagem de sete pontos para Felipe Massa, que o deixa na necessidade de chegar apenas na quinta posição na última corrida, mesmo que o brasileiro vença. A tarefa não é das mais complicadas, mas é sempre bom lembrar que ele tinha esta mesma diferença a seu favor no ano passado e Kimi Raikkonen sagrou-se campeão. O torcedor do brasileiro precisa torcer para o raio cair de novo no mesmo lugar.

A foto deste post resume bem o que foi a corrida para os dois postulantes ao título: um ponto alto para Hamilton e um baixo para Massa. O inglês da McLaren teve um desempenho impecável desde o primeiro treino e na prova não deu chances aos rivais. Ele sempre teve uma boa vantagem em relação aos pilotos da Ferrari, que não ameaçaram. O líder do campeonato parece também ter colocado a cabeça no lugar, pois não colocou suas chances de título em risco em nenhuma situação. Após levar tanta pancada, será que Hamilton aprendeu? No Brasil, ele terá de ser conservador.

Felipe Massa, por sua vez, nunca teve chances reais de vitória na China. Muito pelo contrário: andou em terceiro durante quase toda a corrida e só assumiu o segundo lugar por causa do jogo de equipe da Ferrari - justificado, por sinal. A equipe italiana repetiu o que a McLaren fez no GP da Alemanha, quando mandou Kovalainen diminuir para não atrapalhar a reação do inglês. Na ocasião, Hamilton venceu a corrida. No caso do Japão, esses dois pontos podem ser de suma importância no desempate e o brasileiro tem melhor desempenho.

Nenhum comentário: