terça-feira, 2 de setembro de 2008

Valdeno Brito vence Corrida do Milhão na Stock Car

Com briga impressionante pelo primeiro lugar, Valdeno Brito superou Cacá Bueno e venceu a Corrida do Milhão, em 1h09m22s198. Líder durante todo o final de semana, Cacá teve problemas no carro no final da prova e perdeu a liderança para o piloto paraibano. Luciano Burti e Marcos Gomes, agora líder do campeonato, completaram os primeiros lugares.
Como os próprios pilotos já haviam afirmado após o treino de sábado, ninguém forçou e a largada foi tranqüila na Corrida do Milhão. Por ser uma corrida mais longa que as demais da categoria, a preferência em guardar fôlego para o final da prova. Após forte chuva no começo da manhã, a pista estava seca no início da corrida.

Depois do início cauteloso, os pilotos começaram a arriscar mais. Na décima volta, o primeiro bom momento foi protagonizado po Valdeno Brito, Luciano Burti e Ingo Hoffmann. Na briga pelo terceiro lugar, Burti tentou cortar por fora, e Hoffmann foi logo atrás. Os dois travaram um duelo particular, mas Hoffmann acabou perdendo o controle do carro, e Valdeno Brito recuperou a posição. Na décima terceira volta, Burti tentou ultrapassar Jorge Neto e acabou encostando no adversário, que perdeu o controle. Pelo toque, Burti foi punido com uma ida ao box.

O líder Cacá foi para o box na 16ª volta e logo foi acompanhado pelos outros pilotos. Nos boxes, Khodair foi ultrapassado por Camilo e Burti e deu início às mudanças de posições. Quem mais lucrou foi Feldmann, que havia largado em 25º, mas, como foi para a pista já com pneus para pista seca, precisou parar apenas para reabastecer, e pulou para a segunda posição.

Em excelente corrida de recuperação, Marcos Gomes, vice-líder do campeonato, fez uma série de ultrapassagens e pulou da 18ª para a sexta posição nas primeiras 25 voltas. Jorge Neto, que estava no pelotão dianteiro, parou na 31ª volta com problemas técnicos. Com Cacá tranqüilo na dianteira, a melhor briga ficou por conta da segunda posição. Pressionado por Valdeno Brito, Feldmann suportou até a 33ª volta, mas acabou sendo ultrapassado.

Com a nova abertura de boxes, novas mudanças na dianteira e abriga pela liderança se acirrou de vez. Com a ida de Cacá para o reabastecimento, Valdeno Brito assumiu a dianteira e abriu uma boa vantagem na liderança. Quando foi para o box, Valdeno tinha 23s de diferença para Cacá Bueno, que com problemas, teve de diminuir o ritmo. Na volta para a pista, Valdeno não conseguiu seguir na frente, e Cacá reassumiu a dianteira. Mas não por muito tempo. Novamente com problemas, Cacá foi ultrapassado por Valdeno, que seguiu tranqüilo para a vitória.

Confira a classificação final da prova!

1º) Valdeno Brito (CA, PB), 47 voltas em 1h09m22s198 (média de 135.61 km/h)
2º) Luciano Burti (P3, SP), a 8s891
3º) Marcos Gomes (CA, SP), a 13s939
4º) Thiago Camilo (CA, SP), a 19s042
5º) Alceu Feldmann (CA, PR), a 21s531
6º) Allam Khodair (CA, SP), a 24s493
7º) David Muffato (P3, PR), a 25s547
8º) Ingo Hoffmann (ML, SP), a 32s478
9º) Cacá Bueno (ML, RJ), a 39s561
10º) Atila Abreu (P3, SP), a 41s249
11º) Rodrigo Sperafico (ML, PR), a 43s982
12º) Felipe Maluhy (ML, SP), a 48s371
13º) Duda Pamplona (ML, RJ), a 54s683
14º) Andre Bragantini (P3, SP), a 56s220
15º) Pedro Gomes (P3, SP), a 56s787
16º) Antonio Pizzonia (P3, AM), a 1m03s439
17º) Juliano Moro (CA, RS), a 1m07s518
18º) Nonô Figueiredo (ML, SP), a 1m09s176
19º) Popó Bueno (CA, RJ), a 1m09s347
20º) Ricardo Mauricio (P3, SP), a 1 volta
21º) Ricardo Sperafico (P3, PR), a 1 volta
22º) Norberto Gresse (P3, SP), a 1 volta
23º) Julio Campos (P3, PR), a 1 volta
24º) Tarso Marques (P3, PR), a 1 volta
25º) Giuliano Losacco (P3, SP), a 1 volta
26º) Carlos Alves (ML, SP), a 1 volta
27º) William Starostik (P3, SP), a 1 volta
28º) Thiago Marques (P3, PR), a 2 voltas
29º) Ruben Fontes (ML, GO), a 8 voltas
30º) Daniel Serra (CA, SP), a 10 voltas
31º) Lico Kaesemodel (ML, PR), a 12 voltas
32º) Guto Negrão (CA, SP), a 13 voltas
33º) Antonio Jorge Neto (ML, SP), a 16 voltas
34º) Hoover Orsi (CA, MS), a 38 voltas

Melhor Volta: Nonô Figueiredo, 1m22s124

Nenhum comentário: