sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Tradição + chuva = emoção na pista

Por Rafael Lopes

La Source, Eau Rouge, Raidillon, Les Combes, Malmedy, Rivage, Pouhon, Fagnes, Stavelot, Blanchimont, Bus Stop. Spa-Francorchamps se difere das outras pistas do Mundial de Fórmula 1 por sua história e por suas curvas famosas. Todos os fãs de automobilismo conhecem o circuito belga de cor e salteado. E você nota a diferença desta pista para as outras facilmente.

Estava legendando o vídeo da volta virtual e vi a diferença deste circuito para os outros. Enquanto nos novos as curvas têm números, neste aqui os nomes são imortais. Quem não conhece a mítica Eau Rouge? Ou a não menos desafiadora Blanchimont? São trechos bem diferentes da curva 1 de Sakhir (Bahrein) ou da 2 de Sepang (Malásia), com mais história e menos previsibilidade.


Enfim, neste fim de semana, a chuva - como sempre na Bélgica - será fator preponderante na decisão do vencedor da corrida em Spa. No seco, a Ferrari sai em vantagem, visto que esta pista favorece mais ao estilo de seu carro. No molhado, porém, Lewis Hamilton sai na frente, pois venceu o GP da Inglaterra, disputado no encharcado Silverstone. O equilíbrio entre McLaren e Ferrari deve se manter, mas o tempo instável pode fazer a diferença. O certo é que os fãs da Fórmula 1 terão uma boa corrida e muita emoção neste domingo.

Quanto a Felipe Massa, esta será mais uma prova de fogo. O brasileiro não anda bem na chuva (lembram de Silverstone?) e precisará de um bom resultado para continuar em boas condições na briga pelo campeonato. Ou seja, com água na pista, o piloto da Ferrari, atual vice-líder do Mundial, terá de se superar. Neste ano, ele vem surpreendendo, com um amadurecimento rápido, principalmente após os erros das duas primeiras corridas, na Austrália e na Malásia. A palavra-chave neste fim de semana terá de ser superação.

Nenhum comentário: