segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Azar pago com juros em Spa...

Por Rafael Lopes

Algumas horas após o fim da corrida em Spa-Francorchamps, a direção de prova anunciou uma punição a Lewis Hamilton. O inglês teve 25 segundos (o tempo calculado de um drive through) acrescidos a seu tempo final de prova por ter cortado deliberadamente a segunda perna da Bus Stop quando brigava com Kimi Raikkonen. Com isso, a vitória no GP da Bélgica ficou com Felipe Massa, que tinha chegado em segundo. O piloto da McLaren caiu para a terceira posição, mas a equipe já apelou da decisão dos comissários de Spa.

Com isso, Massa teve o azar da Hungria, quando quebrou a três voltas do fim, pago com juros. Como brinquei com um amigo, por telefone, não teve correção monetária porque Hamilton ainda pontuou. Claro que é só uma piada. No entanto, achei a punição ao inglês justa. O replay da manobra mostra que ele optou por não fazer a curva, ao mudar a direção de seu volante antes da suposta escapada. Ele devolveu a posição na reta dos boxes, mas de forma torta, ganhando vantagem para tentar a ultrapassagem na curva seguinte, a La Source.

Após a divulgação da punição (e antes do resultado do recurso da McLaren), Felipe Massa fica em uma ótima posição no campeonato. O brasileiro está agora a apenas dois pontos de Lewis Hamilton e 17 à frente de seu companheiro Kimi Raikkonen. Como disse no post anterior, isso vai forçar a Ferrari a fazer a escolha de seu primeiro piloto. Mas é bom que os torcedores do brasileiro não se iludam: o ainda líder do Mundial de Pilotos virá “babando” no GP da Itália, que será disputado no próximo fim de semana em Monza.


Nenhum comentário: