terça-feira, 26 de agosto de 2008

Ainda no páreo...

A duas rodadas duplas do término do campeonato da GP2, Lucas di Grassi mostrou em Valência que ainda tem gás para disputar com Giorgio Pantano e Bruno Senna o título da temporada 2008 - mesmo com três rodadas duplas a menos que seus oponentes.

Com a vitória conquistada na prova curta do domingo, a segunda dele no campeonato, Lucas soma 51 pontos - vinte a menos que o líder Pantano, que salvou um valioso terceiro lugar mercê a punição imposta pelos comissários a Luca Filippi, da Arden.

Na 12ª volta, o piloto italiano bateu em Romain Grosjean, que lhe roubara momentaneamente a liderança. Sabe-se nos bastidores que existe um clima animoso entre os dois, em razão dos privilégios que Grosjean tinha na ART Grand Prix em detrimento a Filippi, que se apagou no campeonato feito uma vela e foi buscar novos ares numa nova equipe.

O entrevero deu a Lucas a ponta e de lá ele não saiu mais. O vice-líder do campeonato, Bruno Senna, errou e bateu sozinho depois de ultrapassar Andreas Züber na briga pelo quarto lugar. Outra confusão aconteceu entre Sebastien Buemi e Adrián Valles, que se enroscaram e por pouco não trocaram sopapos nos boxes.

Diego Nunes, da fraquíssima DPR, brilhou intensamente na prova valenciana e foi o quarto colocado. Carlos Iaconelli e Alberto Valério, diante da fragilidade de suas equipes, também comemoraram o fato de chegar ao final. Mas dos três, quem mais tem se sobressaído, sem dúvida, é Diego Nunes.

Nenhum comentário: